Notícias | Ofertas de Emprego | Agenda Fiscal
                 
 

ECONOMIA NACIONAL ENCOLHEU 2,2% NO PRIMEIRO TRIMESTRE

A economia portuguesa registou uma contração de 2,2% no primeiro trimestre deste ano, face aos primeiros três meses do ano passado, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Face ao último trimestre de 2011, o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 0,1%, uma evolução bem mais favorável do que as últimas projeções de Bruxelas, que apontavam para uma descida de 1%.

«Esta evolução foi determinada pelo contributo menos negativo da procura interna», explica o INE.

As exportações de bens e serviços até voltaram a acelerar, mas apesar disso «registou-se uma redução no contributo positivo da procura externa líquida, determinada pelo comportamento das importações de bens e serviços que apresentaram uma variação negativa significativamente menos acentuada que a observada no 4º trimestre de 2011».

O INE reviu em baixa o andamento da economia no terceiro e quarto trimestres do ano passado, cortando uma décima aos valores antes estimados. Esta revisão, que se deve a alterações nos dados do comércio internacional, tanto ao nível dos valores nominais como dos deflatores, aponta agora para uma contração de 2% entre julho e setembro de 2011, e outra de 2,9% nos últimos três meses do ano passado.

Contas feitas, este foi o quinto trimestre consecutivo de contração homóloga do PIB, e a sexta em cadeia. No último trimestre do ano passado, o PIB registou uma descida de 1,3% face ao terceiro.

Mesmo assim, quer na evolução homóloga, quer na evolução trimestral, a queda da economia portuguesa abrandou entre janeiro e março deste ano.

Pior que Portugal só a Grécia

Também foi divulgada a evolução da economia europeia pelo gabinete de estatísticas da União Europeia. Segundo o Eurostat, o PIB da Zona Euro estabilizou nos primeiros três meses deste ano, comparando com o trimestre o anterior e também quando comparado com o homólogo.

Também no conjunto dos 27 Estados-membros da UE, a economia estabilizou no primeiro trimestre de 2012 por comparação com o último trimestre do ano passado, mas avançou 0,1% na análise homóloga.

De acordo coma informação divulgada pelo Eurostat, Portugal registou o segundo pior comportamento entre as economias europeias, no que toca à comparação homóloga do PIB, ultrapassando apenas a Grécia, que registou uma contração de 6,2%.

O PIB de Espanha caiu 0,4% e o de Itália deslizou 1,3%. A economia francesa cresceu 0,3% e a Alemanha 1,2%.

_
in "Boletim Empresarial" 2012/14 a 18 de Maio

   

 

                 

Acitofeba 2012 | geral@acitofeba.pt